terça-feira, 3 de novembro de 2009

O Elo Entre o Encontro das Águas




Jorge Vercilo, carioca, nascido em Botafogo, que sonhava em ser jogador de futebol quando criança, iniciou sua carreira musical por incentivo de sua tia Lêda Barbosa, cantora desde a época da Rádio Nacional. Segundo o cantor, um outro incentivo foi uma fita cassete do cantor de MPB Djavan, encontrada depois de um treino de futebol, no vestiário da escolinha de futebol do Flamengo, onde treinava. Desde então Djavan passou a ser sua maior inspiração. Sua tia, apesar de saber do sonho do menino em ser jogador , ficou impressionada com a qualidade dos poemas que o então menino, Jorge, escrevia. Desde então, sua tia Lêda Barbosa nunca parou de incentivá-lo. Foi quando Jorge Vercilo se apaixonou por violão e começou a estudar na escola de música Villa Lobos, no Rio de Janeiro, onde adquiriu muita experiência. Desde então trocou definitivamente o futebol pela música. Já com quinze anos de idade começou a tocar nos bares da noite carioca, onde ficaram nítidas suas maiores influências da música popular nacional, como Djavan, Caetano Veloso, Gilberto Gil, dentre outros. Fica claro então, que seu lugar na música é na chamada nova M úsica Popular Brasileira, já que além das influências nacionais que influenciam grandemente sua música, seu estilo também é marcado pela música negra norte americana que sua geração escutou na adolescência, como Stevie Wonder, Michael Jackson e George Benson, e posteriormente por muitos outros ritmos.
Há quem diga que esse movimento da "Nova MPB" não apresente nada que justifique o rótulo de algo realmente novo, já que tanto a ‘nova’ quanto a "velha" Música popular Brasileira apresentam tanto em comum. Mas por outro lado, se notarmos com mais atenção, veremos que esse novo movimento tem seu diferencial e, sobretudo, tanta a qualidade quanto sua inspiração, da MPB. Se, como dizem, o diferencial desse novo estilo for a versatilidade com que mistura diversos estilos como o samba, o afoxé, a salsa, incursões de reggae, fusões de música oriental e batida eletrônica e, ainda assim, não perder a cara famosa MPB, então, Jorge Vercilo é um dos mais novos e importantes representantes da Nova MPB.
Como diz o nome de seu primeiro CD chamado "Encontro das águas", ele reune em um único album músicas que misturam todas as suas influências musicais, e sobretudo as brasileiras.
A versatilidade de estilo de Jorge Vercilo permite que suas composições o afirmem em diferentes segmentos da música brasileira. Vemos composições como "Encontro das águas" cantada por Danilo Caymmi, "Novos Corações" por Patrícia Marx, a balada "Sensível Demais" estourada em todo o Brasil por Christian e Ralf, "Tudo ilusão" interpretada por Fábio Júnior ao reggae pop "Fácil de entender" gravada pela banda Cheiro de Amor, comprovam essa versatilidade do cantor e compositor.
Dentre os mais conhecidos cantores da Nova MPB, e os possíveis fundadores do movimento, se encontram Luíza Possi, Pedro Mariano, Maria Rita, Jairzinho, Luciana Mello, Jorge Vercilo, Ana Cãnas, Fernanda Takai, Max Viana, dentre outros. Uma das principais características desse gênero é o menor ou quase inexistente comprometimento com a realidade política, e no que tange a esse aspecto, a "nova" se diferencia muito da "velha" MPB. Assim como não há preocupação com a música engajada, também não há preocupação com a música "instântanea" que monopoliza grande parte do mercado musical. Segundo os cantores e compositores da Nova MPB, o compromisso com a qualidade da música vem em primeiro lugar, sendo assim, a maioria deles preferem permanecer na autônomia, bancando seus próprios discos, cantando na noite, divulgando seus trabalhos pela internet, do que procurar gravadoras que ,segundo eles, provavelmente modificarão seu estilo para que ele seus trabalhos se tornem mais rentáveis economicamente. Por isso, muitos dos grupos que produzem a chamada Nova MPB hoje, também recebem o rótulo de grupos alternativos, por se utilizarem de meios alternativos para viver de música. § Alessandra Fortunato


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário